+5

Será possível ganhar bem com PHP tanto quanto outras linguagens?

criado por Marcos Regis em 02/03/2010 11:33am
Olá a todos, meu nome é Marcos Regis. Iniciei minhas aventuras no mundo do desenvolvimento trabalhando com Delphi em uma época em que todo mundo partia para aprender ou Delphi ou Visual Basic, desenvolvendo aplicativos standalone para Windows. Torcia o nariz para o desenvolvimento WEB, mas acabei sem querer aprendendo PHP. Achei a linguagem interessante mas muito pobre, afinal eu já desenvolvia usando Orientação a Objetos e PHP era uma linguagem de script concorrente de ASP. Acreditava que seria melhor aprender Perl.
Outro fator que me fazia não gostar de PHP era a falta de oportunidades no mercado de trabalho. Era raro aparecer uma vaga de programador que conhecesse PHP. PHP era para quem não tinha recursos, para quem não podia gastar com um servidor Windows Server usando IIS para rodar ASP.
ASP ao contrário tinha muitas vagas no mercado de trabalho.
O tempo passou, Delphi e VB hoje são consideradas linguagens de pequens nichos, surgiram .Net e Java com seus servidores de aplicação e a WEB se tornou o principal foco para os desenvolvedores.
E onde ficou o PHP neste caminho?
Sou um evangelizador de PHP. Acho a linguagem ótima para o que ela se propõe.
Desde que comecei com PHP não parei mais de usá-la.
---
Percebi que ao longo de minha caminhada profissional eu não conseguia atravessar um determinado teto salarial e parti para trabalhar com Java e aceitar uma proposta para trabalhar como programador júnior mesmo estando atuando como um Analista Pleno.
O interessante que apesar de ser um programador muito experiente em PHP (já era programador senior) e ter começado com Java como júnior continuei ganhando exatamente o mesmo valor que ganhava.
Foi então que me deparei com uma verdade já há muito dita: O mercado paga pela tecnologia e não pela capacidade ou conhecimento.

E você? Acha que o mercado valoriza o profissional de PHP? Porquê?

Lista de Respostas:

+2
03/03/2010 9:08pm
(~6 anos atrás)
Eu acho que depende da expectativa de cada um. Vi propostas para trabalhar com PHP com valores de até R$ 8.000,00/mês (valor inicial), mas nunca superior a isso. Não sei qual seria o teto de um profissional que atua apenas com PHP.

No final das contas, se você aprofunda muito no PHP, começa a invadir pro lado de servidores, outras tecnologias Web e, no fim, acaba sendo valorizado por estes conhecimentos extras, como o Matheus citou.

Trabalhar apenas com PHP eu acho que não dá pra valorizar mesmo não. É um trabalho braçal relativamente simples. Complexo, pra mim, é estruturar grandes sistemas, realizar todos os tipos de gerência, e fazer grandes sistemas acontecerem.

Mas isso tudo é em relação a funcionário/empresa. Existem pessoas que ganham dinheiro com PHP através de um negócio próprio. Daí as possibilidades são infinitas. O próprio dono do phpbrasil é um que deve ganhar com publicidade em cima desse site. Mas aí já entra no mérito do produto e não mais do profissional de PHP. Então eu paro por aqui.

+1
04/03/2010 12:35am
(~6 anos atrás)
Bom, Marcos, imagino que não seja uma questão dos profissionais se valorizarem ou não, mas uma questão de quantidade de profissionais (regrinha de oferta/procura). Talvez por PHP permitir de tudo (de coisas sofisticadas a coisas bizarras), muita gente aprende com muito mais facilidade e acaba "sujando" o mercado com um número elevado de "programadores".

Eu acho que esse salário pra PHP não deva se aproximar tanto das outras linguagens. Principalmente porque tenho a sensação de que os desenvolvedores da linguagem tem como objetivo manter a simplicidade.

Não conheço bem o mercado neste aspecto, mas imagino que a coisa deve ser diferente quando o assunto é capacitação em algum framework (seja pra PHP, Java, etc). O que você acha?

+1
06/03/2010 12:08pm
(~6 anos atrás)
Lembrando aqui de mais uma coisa
O PHP acaba sendo mais desvalorizado também por questões do valor cobrado.
Acaba-se que o PHP é mais usado para projetos destinados a pequenas empresas...
E como se trabalha com pequenas empresas, logo, o preço também não pode ser muito alto.
Aí é onde fica o problema, como dá bons preços e pagar bem os programadores?

Aí resaltando, quando o PHP se tornar uma linguagem mais poderosa ao nível de Java, creio que será mais pensado em usar PHP para projetos de grande porte do qual, projetos bem valorizados, trará programadores bem pagos...

Não estou dizendo que o PHP não é uma ótima linguagem, e que o PHP deva seguir o mesmo caminho do Java. Apenas digo, que infelizmente as pessoas não conseguem enxergar as coisas como nós ves, e por isso acaba acarretando no que vemos no dia a dia.
O jeito é o PHP se igualar ao Java para conseguirmos melhor um lugar no mercado...

+1
07/03/2010 2:32pm
(~6 anos atrás)
Douglas V. Pasqua respondeu:
PHP é a linguagem onde você faz acontecer coisas simples e até avançadas sem muito esforço. Muitos programadores iniciantes usam scripts prontos e lendo um ou outro artigo na internet já conseguem colocar no ar sites e sistemas. É claro que a qualidade do código, a organização, documentação, reutilização de código são esquecidas, principalmente pela falta de experiência do programador.

Porém aquele que contrata esse serviço, acaba pagando pouco, e tem o site ou sistema funcionando. Muitas vezes para aquele que contrata não importa conhecer os bastidores. O que realmente importa é o resultado final daquilo que ele precisa. Os dois saem ganhado nessa história. O contratante, que paga pouco e tem o seu site/sistema e o programador que a cada projeto vai ganhando experiência.

Porém, como já foi dito antes, o mercado para desenvolvedores php acaba ficando desvalorizado pela enorme quantidade de programadores trabalhando dessa forma.

Eu penso que hoje em dia, não somente a linguagem de programação deveria determinar o salário do programador. Mas sim outros habilidades e talentos deveriam ser levados em consideração.
Por exemplo: capacidade de resolver problemas, facilidade em aprender novas tecnologias, autodidata. trabalho em equipe, etc. São qualidades relacioandas a área pessoal.

Na área técnica, além da linguagem outros aspéctos também deveriam ser levados em consideração: conhecimento dos frameworks mais utilizados, habilidade em documentação, testes unitários, UML, scrum, segurança de aplicações, coding standard, css/html, javascript, e até conhecimento em servidores Linux.

Essas habilidades e conhecimentos deveriam fazer diferença no salário independente da linguagem escolhida. São qualidades que você precisa ter para desenvolver sistemas que realmente terão sucesso. Além de tudo isso, conhecimento em inglês, pelo menos em leitura e escrita.





+1
20/03/2010 10:44am
(~6 anos atrás)
Matheus Ricelly respondeu:
Eu acredito que, o que Rafael de Souza falou é bem interessante, e é muito da nossa realidade.

Eu já tive caso de clientes chegar e dizer: Você cobra muito caro, tem um "menino" ali que cobra R$ 200,00 reais (é isso mesmo, 200 reais, não é valor de exemplo não). Ai eu perco o cliente, alguns até me procuram no futuro, pra refazer o site, e o gasto que seria X, ficou por X + 200, pois os 200 reais que ele gastou com o "menino" lá, não foi devolvido, e acabou por perder o produto por completo.

Mais o que acontece é que muitas pessoas veem o PHP como uma linguagem "genérica", podemos dizer assim. Que ela não precisa de estudo e sim, de entender o que tem escrito ali naquele monte código (estou dizendo um modo popular de falar), e vê o resultado dela saindo na tela do browser. Não quer saber de framework, de POO... de nada! Quer ver o resultado e não a qualidade, ai é que vem os baixos preços, pois o "menino" vai lá, pega o código pronto na internet e pôe no site e tá funcionando. Lá na frente, o cliente quer adicionar algo e o "menino" não sabe nem o que é uma variável, daí que surge os entraves e aparece a vez do profissional de verdade.

Sou um pouco revoltado com isso, por isso que não me dedico 100% ao PHP, estudo também outras linguagens, como Delphi e Java, pois assim posso conseguir outros "trampos", pois fica mais fácil ter um concorrente menos desleal usando essas outras linguagens!

Usei o termo "menino", pq sobrinho já está muito manjado heheheh

É isso ai, Valeu!

+1
23/03/2010 9:41pm
(~6 anos atrás)
Off-topic: acho que ter "medo de sobrinho roubar a oportunidade" é bobagem.

Ou você explica o que o seu produto terá de melhor ou você vai perder o cliente mesmo. Se o cliente não quer qualidade, deixa ele pagar os duzentinhos. Ou então, precisa partir para sistemas de portes maiores, que dificilmente seriam feitos por um "sobrinho".

O que eu acho prejudicial nesta história nem é tanto os "sobrinhos" pegarem projetos, mas desvalorizarem os profissionais. E esta foi a reflexão que o Marcos propos. Discutir estes assuntos.

Como eu disse antes, acho que isso não deve mudar, pois, na minha opinião, sinto que o foco do desenvolvimento da linguagem PHP é manter a simplicidade (com isso, manter os "sobrinhos" desvalorizando a categoria como um todo).

+1
24/03/2010 12:23pm
(~6 anos atrás)
Douglas V. Pasqua respondeu:
Gostaria de saber se alguém tem informações sobre o mercado de PHP em outros países, como EUA e Europa. Em outros países acontece a mesma desvalorização que temos aqui no Brasil ?

+1
03/04/2010 11:31am
(~6 anos atrás)
Gilberto Albino respondeu:
Bom, me registrei hoje no site e comecei a fuçar, e achei este post interessante e comecei a ler, como o pessoal aqui gosta de dar respostas grandes, percebo que o nível intelectual dos membros também é grande.
Já estou envolvido com o PHP há mais de anos.
Já estudei Java e sinceramente, hospedagem Java e .NET é uma bosta no Brasil, então desisti logo que tinha necessidade de criar código complexo e para tal a hospedagem ou não suportava recursos ou o custo ia ficar muito caro.
Sou PHPlista de coração.
Já passei fome e miséria trabalhando com PHP, mas esta situação me fez abrir os olhos e consegui entrar num mercado amplo hoje.
Gente, só ganha dinheiro com desenvolvimento somente quem trabalha em alguma empresa que vende algum serviço ou tem um sistema próprio.
Ou seja, fazer site é algo muito relativo hoje em dia, existem sistema e frameworks pra tudo que vão anular o valor financeiro do nosso trabalho, porque o cliente sabe do que está comprando, não se enganem!
Logo, como ganhar dinheiro com PHP?
1) Trabalhar em um empresa de grande porte é basicamente o mais fundamental, porque para um desenvolvedor PHP ganhar um salário de R$ 5.000,00 à 8.000,00 quanto não teria que ganhar o Gerente? Vejam que há muita fábula em nossas mentes também e que a coisa não é bem como a gente pensa!
2) Desenvolver serviços online do tipo para imobiliarias, videolocadoras, pizzaria e vender na propria cidade e região do cara,
ser ousado e criativo!
3) Trabalhar bastante com vários projetos ao mesmo tempo, sem trabalho não há dinheiro.

Respondendo a pergunta do post:
É possivel ganhar bem com PHP tanto quanto outras linguagens?
Não vamos generalizar as coisas, não existe tanta gente assim no mercado de outras tecnologias nadando no dinheiro.

GANHA BEM QUEM TRABALHA BEM!

Foi isto que aprendi!






0
03/03/2010 1:01pm
(~6 anos atrás)
Matheus Ricelly respondeu:
Realmente, o PHP é pouco valorizado. As vantagens são pequenas para os programadores em comparação as outras linguagens como por exemplo o Java.

Eu particularmente programo em PHP, mas, também desenvolvo a parte de layout. Pois, somento o PHP ficaria inviável financeiramente pra mim..

A questão de localidades também influi muito. algumas regiões valorizam mais do que outra. O nordeste por exemplo, na minha análise, é muito mal remunerado, por isso, que muitos tem que implementar, sendo programadores em várias linguagens ao mesmo tempo (Delphi, PHP, Java) e ao mesmo tempo trabalhar com a parte de design.

Essa é minha opinião, espero que tenha cooperado em algo.

Valeu!

0
03/03/2010 10:43pm
(~6 anos atrás)
Marcos Regis respondeu:
Então pessoal, acho que não ficou claro o que eu gostaria de discutir.
Claro que existem alguns cargos que necessitam de conhecimento em PHP que irão pagar bem.
Vou expor um exemplo que presenciei para que fique claro o que quero por em pauta.
Em uma empresa X que trabalha com sistemas WEB em PHP, .NET e JAVA para R$1.200,00 para um programador PHP. Para o mesmo nível em .NET e JAVA paga R$2.000,00 e em todos os casos exige-se no mínimo estar cursando superior.
Será que um dia essa diferença irá ao menos diminuir (sem diminuir o lado de .NET e JAVA, que fique claro)?
Pra se ter uma idéia, um conhecido trabalha em uma empresa que desenvolve em PHP e JAVA e acontece de o maior salário em PHP ser de R$4.200,00. Quando abre uma vaga de Java, se informarem essa pretensão para PLENO quase não aparece candidato e para PHP chove. Acho que essa é a diferença, o pessoal de JAVA se valoriza mais.
OBS: Os valores são para CLT na cidade de São Paulo. Para PJ é só fazer a conversão aumentando em 70%.

0
04/03/2010 1:41am
(~6 anos atrás)
Marcos Regis respondeu:
É exatamente esse o ponto. Embora eu defenda a linguagem não tenho como argumentar contra o fato de que PHP parece coisa de fundo de quintal e muito disse é culpa dos ditos 'desenvolvedores'.
São raros os desenvolvedores que conhecem um framework em PHP. É só ver aqui mesmo neste fórum, quando menciona-se sobre usar ou não um framework o pessoal fica dividido. Muitos são contra.
Por isso menciono PROFISSIONAL PHP. Tem que separar o que é um Programador profissional de um simples curioso. Isso não é só aqui no Brasil.
Faço parte de um fórum americano que necessita de conta paga para postar e respondo muitas questões de PHP lá. É o mesmo nível que aqui. Embora as questões sejam sempre mais profundas por se tratar quase sempre de sistemas verdadeiramente profissionais, o código ainda é baseado no "de cima para baixo".
Depois me criticam por falar a quem me pergunta sobre aprender PHP: "Quer um conselho, estude JAVA".

0
04/03/2010 6:14pm
(~6 anos atrás)
Ricardo Gama respondeu:
Acho que o PHP perde pela comunidade. Ngm quer saber em estudar a linguagem, um framework, entender programação em si. Entender a linguagem de repente é fácil, o difícil é entender o pq de funcionar.

Com isso, o PHP sofre o que o meu gerente de TI fala, que php é uma bosta, que não serve pra nada entre outras coisas....

Acho que a comunidade devia ser organizar. Os iniciantes, tentarem se aprofundar e não ficar achando que com o que ele faz ele já resolve os problemas deles...

O PHP no meu ponto de vista, tem como suportar sistemas de grande porte sim. E tem como ser valorizado sim. Só depende de quem ta na frente do monitor. De investir em si próprio e tentar ser o melhor no que faz!!!!

Minha opnião!!!

Abcs

0
05/03/2010 12:30pm
(~6 anos atrás)
Concordo ae com o Rico
O PHP com certeza é uma linguagem poderosa e que dá para ser usado em sistemas de grande porte...

Mas eu acredito num futuro feliz
Pois vejo que já no PHP6, muitas coisas vão mudar
E creio que o PHP vai continuar evoluindo de forma que se adapte mais ao mercado.

Acredito que, quando o PHP se tornar uma linguagem tão poderosa quanto o Java. Creio que isso vá dificultar para os Iniciantes...
A questão é...
O PHP atualmente é uma linguagem ótima para trabalhar com projetos de pequenos portes e de grande porte também.
Para se fazer apenas uma página com um formulário de contato. O PHP faz isso tranquilamente e sem querer muito.

A questão também, é que é necessário conhecer a necessidade e saber o que é melhor para sanar esta necessidade
Como o Marcos Régis falou uma vez por aqui no Forum
É desnecessário usar uma bomba atômica para matar um mosquito...

0
06/03/2010 6:38pm
(~6 anos atrás)
Quer ganhar dinheiro, então trabalhe com COBOL mainframe, mais vai levar um bom tempo para começar a ganhar dinheiro, acredito que PHP não seja muito valozido, pq tem muito programadores, scripts e etc... em PHP, quanto vc digita PHP nos sistemas de busca da internet, vc acha muitas coisas sobre a linguagem, agora digita Perl e COBOL, vc ate acha alguma coisa, mais naum comparado ao PHP, so que tudo tem um porem, naum adianta ficar pulando de galho em galho, escolhe um linguagem e vai fundo, vc sendo bom na linguagem que trabalha, sempre vc vai ganhar dinheiro.

0
07/03/2010 7:33pm
(~6 anos atrás)
Ricardo Rohde respondeu:
nos programadores só se fufu... ganhamos muito pouco e somos mal reconhecidos!

0
08/03/2010 5:22pm
(~6 anos atrás)
Pedro respondeu:
Acredito que o reconhecimento dos profissionais de PHP poderá crescer nos próximos anos junto a ascendência dos frameworks. Parece que qualquer "grande" site que a gente vê, como o de qualquer cia aérea são feitos em .NET , isto por causa da estrutura da plataforma, e não da linguagem em si.

Hoje eu utilizo zend framework, trabalhar com padrão MVC já é outra coisa, já muda o porte de site que vc pode fazer. Utilizando por exemplo o componente jquery da zend, aplicações ajax funcionam em qualquer navegador, este tipo de coisa está mudando a confiança que se tem no PHP.

Na minha opinião estes frameworks ainda estão um pouco maduros, não se tem a confiança como em .NET , mas estou otimista, ou pelo menos querendo estar otimista com PHP.






0
08/03/2010 5:23pm
(~6 anos atrás)
Bruno Sanches respondeu:
Bom, na minha modesta opinião não a "Ferramenta" que tem valor e sim o profissional. Meu velho avô já falecido falava: "NÃO É A FERRAMENTA QUE FAZ O ARTESÃO.".
Uma pessoa só é desvalorizada por que se deixa desvalorizar, trabalho com php desde 2000, vivo de php e faço o PHP ser a ferramenta mais importante pra quem minha empresa vende. Voce pode digitar PHP no google ter 1 bilhão de resultado mas não vai ter 1 ideia criativa e esta é a que faz toda a diferença em PHP, Java, Asp etc.

Idéia, inovação e inteligência não tem preço.

[]s

:)

0
16/03/2010 9:54am
(~6 anos atrás)
CF-DESIGN respondeu:
No meu ponto de vista PHP ta se tornando um perigo, Quem trabalha só com PHP deve variar um pouco aprender outras linguagens nunca é de mais!

Na minha cidade tem uns 60 Mil habitantes e 10% dos 60 Mil "diz" que é programador em php!

Na verdade acessa a comunidade pega script que um coitado fez na boa vontade, tira os créditos na maior cara de pau e diz que é o dono, Com isso nosso serviço não tem mais valor, "Porque o dono daquela loja que você ia fazer o site, O filho dele sabe editar script php"

Por isso, é bom que tenhamos uma carta na manga, Sempre!

Abração a todos...

0
16/03/2010 5:42pm
(~6 anos atrás)
Icefusion respondeu:
infelizmente é isso q acontece por falarem q php eh uma linguagem fácil...

que qualquer um programa...mas na verdade o q ocorre eh q tem um monte de zé mané q fala q programa, mas naum sabe nem o q eh algoritmo....tem zé mané q não sabe o q é programar em POO (no meu caso estou aprendendo e vendo o quanto é importante e de certa forma meio complexo esses conceitos).....
o cara faz
<?php

echo "olá mundo";
?>
e ja acha q sabe programar, ae o q ocorre, a linguagem perde credibilidade.

Pelo que vejo java eh valorizado pq não é qualquer que tem paciencia de programar nela...e ainda creio q tenha muitos q sabem usar os frameworks, mas sentar para programar duvido q 100% dos programadores saibam!

0
17/03/2010 12:34pm
(~6 anos atrás)
Rafael de Souza respondeu:
O problema não é só do PHP é de qualquer linguagem. Veja o cobol por exemplo. Para mim era algo morto e enterrado. Pelo contrário ele voltou ao mercado com falta de profissionais, pois ninguém mais queria fazer isso quem sabe ganha muito dinheiro pq é algo desconhecido.

O maior problema é o que acontece com os designer são os "sobrinhos" o sobrinho vai lá e aprende a programar em php meia boca (não que eu seja o programador, pq não sou em nenhuma linguagem) e ai o cara que paga R$ 4.000,00 por um trabalho descente POO no mercado deixa de pagar pois o "Sobrinho" faz por R$ 500,00 afinal ele fez um cursinho disto, mas não vive na prática. O "muleque"vai lá faz o site para poder ganhar uns trocado de designer (sem saber nada de designer) e programa em PHP (sem saber muito de php também) e ai ele faz o site inteiro do cara por R$ 500,00 ai alguém acha que a produção, a dedicação e o estudo que todos temos fica onde ?

Se vocês procurarem em sites que tenham fórum de DB2 vão ver que existem poucas pessoas que usam pois mysql dominou o mercado ou seja novamente os "sobrinhos" adotam e o mercado reduz.

0
17/03/2010 4:22pm
(~6 anos atrás)
danilo r lima respondeu:
Um exemplo de projeto de grande porte feito com PHP é o facebook.

0
22/03/2010 12:52am
(~6 anos atrás)
Marcos Regis respondeu:
O Rafael disse algumas coisas que fogem do contexto e me senti meio que na obrigação de esclarecer.
COBOL nunca esteve morto e enterrado. O que aconteceu com COBOL foi que em 99 haviam muitos sistemas feitos nesta lingugagem que ainda utilizavam nas datas ano com 2 dígitos. Foi preciso contratar pessoas para refazerem tal código e como havia pouca mão de obra especializada disponível o valor deles explodiu. Minha formação é voltada para mainframes com alta carga horária de Cobol, Cics e DB2. Vi colegas de sala entrarem em estágios com inicial de R$2.000,00 e em apenas 6 meses estarem ganhando R$30,00, R$40,00 e até R$60,00 por hora. Nunca atuei profissionalmente com ele (embora tenha tentado feito louco nos primeiros 6 meses após formado) devido a seu caráter de mercado fechado. Não sei como está hoje mas ainda em 2005 as maiores massas de dados estavam em COBOL.
COBOL paga mais por um fato simples: Apenas grandes empresas a usam e essas empresas possuem responsabilidades que não podem delegar a pessoas com pouca competência e pessoas competentes custam caro.
Isso é bem diferente do que acontece com PHP x .NET x Java. São linguagens parelhas, usadas por empresas mais ou menos do mesmo tamanho (aqui não entra é claro Java-EJB e coisas do tipo) e os profissionais se equivalem.
E foi isso que coloquei em discussão. Será que um dia, alguém com uma qualificação em PHP de mesmo nível que alguém de Java vai conseguir pleitear mesmos valores?

Sobre o DB2 é a mesma coisa. O IBM-DB2 é um dos maiores concorrente da Oracle e é para um tipo de uso diferente do MySQL. DB2 e Oracle, embora possuam versões free, são usados principalmente para sistemas de alta disponibilidade e criticidade coisa que quase nenhuma empresa confia ao MySQL e novamente entra o fato de que um certificação Oracle custa e tem retorno muito maior que uma MySQL.

0
13/04/2010 3:01am
(~6 anos atrás)
TuXis respondeu:
Eu mora no US desde que tinha 2 idade, traballo con IT as fourteen anos aqui passa u mesmo problema com <php> nao sao valorizado, resposta para o Mr.Pasqua, Doulgas, como sitado pelu Mr. Regis, Marcos (O mercado paga pela tecnologia e não pela capacidade ou conhecimento) Muytas joven sabe fazer qualquer coisa em <php> Sorry for mistakes, I'm always studying Portuguese! Very difficult to learn! Obrigado!

0
25/04/2010 8:31pm
(~6 anos atrás)
Matheus Ricelly respondeu:
Como o Cleiton Ferreira falou: Na minha cidade tem uns 60 Mil habitantes e 10% dos 60 Mil "diz" que é programador em php!

Isso acontece em muitas cidades no Brasil, pois está se difundindo também aqueles cursos, que se dizem "Programação em PHP", mas, na realidade é apenas um introdutório. Sendo as vezes, que nem estudam lógica de programação, POO... "caem em cima" da linguagem, ai vem e aparecem os famosos "programadores em PHP".

Marcos, quanto ao seu questionamento: Será que um dia, alguém com uma qualificação em PHP de mesmo nível que alguém de Java vai conseguir pleitear mesmos valores?

Eu acredito sim, o PHP6 tá vindo ai pra dá um reviravolta nesse atual cenário da linguagem, como o Carlos Eduardo citou.

E é isso mesmo, esse questionamento só terá fim, quando a próxima versão vier e der "novos ares" à linguagem.

Valeu!

0
28/04/2010 11:25am
(~6 anos atrás)
Marcos Riso respondeu:
Acho que as coisas estão mudando porque as empresas estao encarando o PHP com mais seriedade e estão exigindo mais conhecimentos dos programadores, fazendo testes cada vez mais complicados.

abs

0
01/05/2010 4:36pm
(~6 anos atrás)
Agerdeon Nóbrega respondeu:
o acontece com os programadores PHP é a falta de uma lei na informática que nos beneficie para podermos buscar as categorias de conhecimentos expecificos... exemplo... sou radialista também... e nossa categoria perde muito ou perdeu com o tempo a desvalorização dos salários pq nossos profissionais deixaram a classe se dissipar... era tudo o que a classe patronal queria... radialista desunido é tudo que o sindicatos e patrões queriam... tudo ganha força quando se une poder e força... talvez esse meninos não teriam acesso a categoria PROFISSIONAL, se houvesse uma lei que regulamentasse os níveis de profissionalismo... e conhecimentos expecificos que cada profissional tem... um plano de cargo, salarios e carreiras... os próprios profissionais passam a dar aulas dentro de escolas de cursos... e passa a informação a curiosos... e pessoas que também gostariam de ser um bom Profissional... Então a solução é lutarmos de alguma forma para em primeiro lugar fazer da informática uma federação, uma instituição, organização... que tenha sua regulamentação em lei... enquanto isso na sala de justiça... robin é quem comanda e o Batman fica olhando...

0
29/05/2010 2:26pm
(~6 anos atrás)
Carlos respondeu:
Olá.
Vejo que o que o pessoal do PHP está passando hoje é mais ou menos o que eu passei com o Clipper a 20 anos atrás. Tinha programador clipper em toda esquina e nunca consegui ganhar $$$ naquela época. Hoje qual o profissional mais procurado no mercado? O cara que sabe clipper! Porque? Pq a o Protheus da TOTVS tem grande parte de sua camada de tecnologia em cima dessa linguagem (projeto Harbour). Como grande parte da empresas de maior porte usa esse sistema existe uma demanda por esse profissional. Salário entre R$ 3500 a R$ 4500 /mês.

Quem ganha dinheiro é aquele que entrega o sistema. O Cliente não quer saber se é em java, delphi ou PHP ele quer o sistema funcionando á um preço justo. Existe uma falta muito grande de programadores no mercado mas o motivo principal por eles não ganharem mais é porque eles não sabem se valorizar. Se vocês se vender barato nunca vai ser valorizado e não consegue subir o preço desconfie se não está trabalhando pro cliente errado.

0
07/04/2011 1:13pm
(~5 anos atrás)
Jairo respondeu:
Sou novo em PHP, comecei a estudá-la pois foi a linguagem escolhida para o desenvolvimento de um sistema onde trabalho. Já tinha passado por C e Java mas tudo bem superficial e percebi que PHP é uma linguagem relativamente fácil de ser aprendida e poderosa com muitas funcionalidades disponíveis.

Estudei PHP com orientações a objetos e achei bem interessante, pois comecei em POO com Java. Depois vi a necessidade do uso de algum framework e comecei estudar alguns até escolher um. Achei PHP uma linguagem muito boa pois tem vários frameworks, Sistemas Gerenciadores de Conteúdos, Sistemas de Fóruns e mais outras coisas de que nem tenho ideia que utilizam esta linguagem. Isso deveria contar no salário de um programador que conhece bem PHP.

Apesar de pensar + ou - como o Carlos (o que importa é o sistema atendendo as necessidades do cliente independente de lingugagem) acho que o programador em PHP devia ser mais valorizado. Meu foco é o sistema pronto independente da linguagem, mas fiquei desanimado em saber que o programador em PHP é mal remunerado, pois queria me aprofundar mais na linguagem.

§:¬(

0
04/07/2011 1:49pm
(~5 anos atrás)
É possível ganhar muito bem com PHP.
O mercado para PHP não paga tão bem em comparação a outras linguagens.
Porém, para quem quer ganhar dinheiro com PHP o ideal é montar seu próprio negócio!

0
25/10/2013 1:41pm
(~3 anos atrás)
AgenciaHollo respondeu:
Ganhar bem mesmo até dá mas só se você tiver curso universitário e um bom currículo pra trabalhar em uma empresa grande e que pague bons salários.

-1
11/03/2010 5:21pm
(~6 anos atrás)
Diego respondeu:
Na minha opinião, como eu digo "cada um tem o seu cú", o PHP não é valorizado por se tratar de uma liguagem autodidata, ou seja, qualquer pivetinho ae com 10 anos consegue aprender fácil tirando o fato que existe bilhões de exemplos, fóruns e tutoriais para retirar suas dúvidas.

Acredito que quando o desenvolver conhece frameworks como Cake, Smarty, Zend ou qualquer ou MVC para padronização ele será valorizado apenas se a empresa X estiver realmente em gargalo e tenha que vir a utiliza-los.

Outro detalhe, RAILS, não conheço muito, para mim é uma linguagem de modinha, porém, a falta de desenvolvedores e a curiosidades de patrões sem conhecimentos(que sempre estão querendo mudar a linguagem quando surgi uma nova na revistinha) irá fazer com que claro, o rails se valoriza mais e os PHPers se lasquem.

Conclusão: Para muitas empresas o PHP é visto como linguagem inutil, onde qualquer macaco treinado consegue fazer um Hello world.

-2
11/03/2010 2:47pm
(~6 anos atrás)
Pedro respondeu:
Mas não adianta fazer um ótimo trabalho se as pessoas não confiam no que vc faz e não querem investir nisto. Provavelmente nunca chegaram no seu vô e falaram: ah vc fez com este martelo? então não vou investir.

Pra mim a imagem do PHP depende dos frameworks que estão crescendo agora e cabe a todos nós trabalhar nisto

Nova Resposta:

(Você pode usar tags como <b>, <i> ou <code>. URLs serão convertidas para links automaticamente.)