-1

Recursos de Reflexão no PHP

criado por Rogério Bragil em 20/05/2005 10:13am
Podemos definir reflexão como a capacidade de obter informações de classes e objetos em tempo de execução. Por exemplo, você pode obter a lista dos nomes dos atributos de um objeto e seus valores, obter o nome dos métodos de um objeto, verificar se uma determinada
classe foi definida, verificar se um objeto é filho de determinada classe, entre outros.

Em determinadas situações, usar reflexão é o único meio de resolver o problema. Podemos dar como exemplo a persistência de objetos. Através de reflexão, você obtém os nomes e valores dos atributos do objeto, para poder persistir da forma como quiser. Quando o
objeto for carregado novamente, basta pegar esses nomes e valores que estão gravados e atribuir ao objeto recém carregado. Esse é apenas um exemplo da utilidade do recurso de reflexão.

A linguagem PHP possui algumas funções para este fim, não com tantos recursos como a API de reflexão de Java, mas já quebra um galho em determinadas situações.

get_class($objeto)

A função get_class() retorna uma string contendo o nome da classe do objeto passado como parâmetro:

<?php
// classe exemplo
class Exemplo
{
    function hello()
    {
        echo "Olá, PHP!";
    }
}

// instanciando
$ex = new Exemplo();
$nomeclasse = get_class($ex);
echo $nomeclasse;
?>

Saída:
Exemplo

class_exists($nomedaclasse)

Retorna true se a classe de nome $nomedaclasse existir e false caso contrário.

interface_exists($nomedainterface) (PHP5)

Retorna true se a interface de nome $nomedainterface existir e false caso contrário.

get_declared_classes()

Retorna um array com os nomes das classes já definidas no script em execução(inclusive as classes pré-definidas de PHP)

get_declared_interfaces() (PHP5)

Retorna um array com os nomes das interfaces já definidas no script em execução.

Comentários:

Mostrando 1 - 5 de 5 comentários
Adler, quando eu escrevi este tutorial eu não conhecia ainda a nova API de Reflection do PHP5. Quando sobrou tempo eu dei uma estudadinha, e devo admitir que dá prá fazer muitas coisas que "na unha" seria bem difícil.
Eu criei uma classe DAO, que recebe um objeto e monta as queries de insert, update e delete.

Acho que não interfere na performance não, eu fiz alguns testes e não notei nada de errado.
11/07/2005 12:11pm (~11 anos atrás)

Adler Medrado disse:
Eu tenho uma classe aonde eu necessito gerar um comando SQL dinamicamente. Então eu usei a classe ReflectionClass da API de Reflexão para pegar todos os atributos da minha classe e assim poder gerar um comando SQL dinamicamente.
Mas tenho dúvidas em relação à velocidade. Isso não tornaria o script mais lento??
O meu codigo seria basicamente isso:
echo "<PRE>";
$reflection = new ReflectionClass(__CLASS__);
$defaults = $reflection->getdefaultProperties();
print_r($defaults);
echo "</PRE>";
09/07/2005 10:11pm (~11 anos atrás)

Ah, sim, para reflexão ao pé da letra faltam muitos recursos... Mas quero dar uma olhada nessa API aí prá ver como que é...


Valeu!
20/05/2005 4:57pm (~11 anos atrás)

Hehehe, nem sabia...

Passa o link do site aí prá gente ver...

Valeu!


bragil
20/05/2005 4:55pm (~11 anos atrás)

Parabéns pelo artigo mas apartir do Php 5 já existe uma ótima API para reflexão, tão boa(se bobear até melhor) quanto ao que existe para o Java.

Esses comandos que vc usou auxiliam para ter mais detalhes das classes(objetos), reflexão mesmo só apartir no Php5, para maiores detalhes acesse "http://br2.php.net/manual/pt_BR/language.oop5.reflection.php".
20/05/2005 1:05pm (~11 anos atrás)

Novo Comentário:

(Você pode usar tags como <b>, <i> ou <code>. URLs serão convertidas para links automaticamente.)