+4

Noções de SQL

criado por Italo Marcelo de O. Costa em 21/05/2002 12:46pm
Noções de SQL

Introdução
Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação. O Departamento de Pesquisas da IBM, desenvolveu a SQL como forma de interface para o sistema de BD relacional denominado SYSTEM R, início dos anos 70. Em 1986 o American National Standard Institute ( ANSI ), publicou um padrão SQL.

A SQL estabeleceu-se como linguagem padrão de Banco de Dados Relacional.

SQL apresenta uma série de comandos que permitem a definição dos dados, chamada de DDL (Data Definition Language), composta entre outros pelos comandos Create, que é destinado a criação do Banco de Dados, das Tabelas que o compõe, além das relações existentes entre as tabelas. Como exemplo de comandos da classe DDL temos os comandos Create, Alter e Drop.

Os comandos da série DML (Data Manipulation Language), destinados a consultas, inserções, exclusões e alterações em um ou mais registros de uma ou mais tabelas de maneira simultânea. Como exemplo de comandos da classe DML temos os comandos Select, Insert, Update e Delete.

Uma subclasse de comandos DML, a DCL (Data Control Language), dispõe de comandos de controle como Grant e Revoke.

A Linguagem SQL tem como grandes virtudes sua capacidade de gerenciar índices, sem a necessidade de controle individualizado de índice corrente, algo muito comum nas linguagens de manipulação de dados do tipo registro a registro. Outra característica muito importante disponível em SQL é sua capacidade de construção de visões, que são formas de visualizarmos os dados na forma de listagens independente das tabelas e organização lógica dos dados.

Outra característica interessante na linguagem SQL é a capacidade que dispomos de cancelar uma série de atualizações ou de as gravarmos, depois de iniciarmos uma seqüência de atualizações. Os comandos Commit e Rollback são responsáveis por estas facilidades.

Devemos notar que a linguagem SQL consegue implementar estas soluções, somente pelo fato de estar baseada em Banco de Dados, que garantem por si mesmo a integridade das relações existentes entre as tabelas e seus índices.

Estrutura das tabelas

Comando Create
Este comando permite a criação de tabelas no banco de dados ou mesmo de sua criação.
Sintaxe:
CREATE DATABASE < nome_db >;
onde:
nome_db - indica o nome do Banco de Dados a ser criado.

Sintaxe:
CREATE TABLE < nome_tabela > (
nome_atributo1 < tipo > [ NOT NULL ],
nome_atributo2 < tipo > [ NOT NULL ],
......
nome_atributoN < tipo > [ NOT NULL ]
) ;
onde:
nome_table - indica o nome da tabela a ser criada.
nome_atributo - indica o nome do campo a ser criado na tabela.
tipo - indica a definição do tipo de atributo ( integer(n), char(n), ... ).

Comando Drop
Este comando elimina a definição da tabela, seus dados e referências.
Sintaxe:
DROP TABLE < nome_tabela > ;



Comando Alter
Este comando permite inserir/eliminar atributos nas tabelas já existentes.
Comando:
ALTER TABLE < nome_tabela > ADD / DROP (
nome_atributo1 < tipo > [ NOT NULL ],
nome_atributoN < tipo > [ NOT NULL ]
) ;


Manipulando dados das tabelas
Comando SELECT
Permite recuperar informações existentes nas tabelas.
Sintaxe básica:
SELECT [DISTINCT] expressao [AS nom-atributo]
[FROM from-list]
[WHERE condicao]
[ORDER BY attr_name1 [ASC | DESC ]]


onde:
DISTINCT : Para eliminar linhas duplicadas na saída.

Expressao: Define os dados que queremos na saída, normalmente uma ou mais colunas de uma tabela da lista FROM.

AS nom-atributo : um alias para o nome da coluna, exemplo:

FROM : lista das tabelas na entrada

WHERE : critérios da seleção

ORDER BY : Critério de ordenação das tabelas de saída. ASC ordem ascendente, DESC ordem descendente

Exemplo:
SELECT cidade, estado from brasil where populacao > 100000;



Comando INSERT
Adiciona um ou vários registros a uma tabela. Isto é referido como consulta anexação.
Sintaxe básica
INSERT INTO destino [(campo1[, campo2[, ...]])]
VALUES (valor1[, valor2[, ...])

A instrução INSERT INTO tem as partes abaixo:
Destino- O nome da tabela ou consulta em que os registros devem ser anexados.

campo1, campo2 - Os nomes dos campos aos quais os dados devem ser anexados

valor1, valor2 - Os valores para inserir em campos específicos do novo registro. Cada valor é inserido no campo que corresponde à posição do valor na lista: Valor1 é inserido no campo1 do novo registro, valor2 no campo2 e assim por diante. Você deve separar os valores com uma vírgula e colocar os campos de textos entre aspas (" ").

Comando UPDATE

Cria uma consulta atualização que altera os valores dos campos em uma tabela especificada com base em critérios específicos.
Sintaxe:
UPDATE tabela
SET campo1 = valornovo, ...
WHERE critério;
Onde:
Tabela - O nome da tabela cujos os dados você quer modificar.

Valornovo - Uma expressão que determina o valor a ser inserido em um campo específico nos registros atualizados.

critério - Uma expressão que determina quais registros devem ser atualizados. Só os registros que satisfazem a expressão são atualizados.

UPDATE é especialmente útil quando você quer alterar muitos registros ou quando os registros que você quer alterar estão em várias tabelas. Você pode alterar vários campos ao mesmo tempo.

UPDATE não gera um conjunto de resultados. Se você quiser saber quais resultados serão alterados, examine primeiro os resultados da consulta seleção que use os mesmos critérios e então execute a consulta atualização.

Comando DELETE
Remove registros de uma ou mais tabelas listadas na cláusula FROM que satisfaz a cláusula WHERE.
Sintaxe
DELETE [tabela.*]
FROM tabela
WHERE critério

onde:
tabela.* - O nome opcional da tabela da qual os registros são excluídos.

tabela - O nome da tabela da qual os registros são excluídos.

critério - Uma expressão que determina qual registro deve ser excluído.

DELETE é especialmente útil quando você quer excluir muitos registros. Para eliminar uma tabela inteira do banco de dados, você pode usar o método Execute com uma instrução DROP.
Entretanto, se você eliminar a tabela, a estrutura é perdida. Por outro lado, quando você usa DELETE, apenas os dados são excluídos. A estrutura da tabela e todas as propriedades da tabela, como atributos de campo e índices, permanecem intactos.

Você pode usar DELETE para remover registros de tabelas que estão em uma relação um por vários com outras tabelas. Operações de exclusão em cascata fazem com que os registros das tabelas que estão no lado "vários" da relação sejam excluídos quando os registros correspondentes do lado "um" da relação são excluídos na consulta. Por exemplo, nas relações entre as tabelas Clientes e Pedidos, a tabela Clientes está do lado "um" e a tabela Pedidos está no lado "vários" da relação. Excluir um registro em Clientes faz com que os registros correspondentes em Pedidos sejam excluídos se a opção de exclusão em cascata for especificada.

O DELETE exclui registros inteiros e não apenas dados em campos específicos. Se você quiser excluir valores de um campo específico, crie uma consulta atualização que mude os valores para Null.

Após remover os registros usando uma consulta exclusão, você não poderá desfazer a operação. Se quiser saber quais arquivos foram excluídos, primeiro examine os resultados de uma consulta seleção que use o mesmo critério e então, execute a consulta exclusão. Mantenha os backups de seus dados. Se você excluir os registros errados, poderá recuperá-los a partir dos seus backups.

Comentários:

Mostrando 1 - 10 de 17 comentários
Uma dúvida:
Qtas tabelas posso criar num unico banco ?
Uso o MYSQL Front....tem algum jeito de alterar diretamente o codigo fonte de determinada tabela? Em qual comando posso editar o source code usando o mysqlfront? Nao to conseguindo mexer direto no codigo fonte das tabelas que crio e para fazer exemplos do forum ta complicado....
Obrigada!
04/03/2006 8:42am (~10 anos atrás)

Bom dia Italo, perdoe-me a falta de conhecimento..

Preciso de uma instrução simples, que utilize um INSERT em um banco de dados MYSQL onde consiga inserir vários registros ao mesmo tempo... separados por ; ou algo assim:

Ex:

55245;55458;55459;55478;55689;55258;

Quando fizesse o INSERT, ele criasse os registros informando o nome de quem fez a inserção, mais os registros do lado

Usuario;Código
Fernando | 55245
Fernando | 55458
Fernando | 55459

assim por diante..

Pode me ajudar?

Desde já muito obrigado.
03/02/2006 3:55am (~10 anos atrás)

estou com problemas para criar trigger esta dando esse erro o que poder ser?

DELIMITER $$
CREATE TRIGGER tr_insert_auto1 BEFORE INSERT ON auto1
FOR EACH ROW
BEGIN
IF NEW.flag = 'teste' THEN
set new.falg = 'ok';
end if;
END $$

ERRO 1227 (42000) : access denied ; you need the super privilege for this operation
10/01/2006 9:53am (~11 anos atrás)

Andrey Alves disse:
me responde ae cara de boa... to precisando desse toque pra elvar meus estudos adiante
20/02/2005 4:48pm (~11 anos atrás)

Andrey Alves disse:
cara... seguinte eu queria um negocio mais "mastigado" pra ve c eu consigo começar a aprender isso... pq isso ai ainda ta meio complicado pra mim... então peço tua ajuda... obrigado...
ps: se possivel me mande um email.
19/02/2005 8:51pm (~11 anos atrás)

Olá Italo, td bem? A minha dúvida é o seguinte: Tenho uma tabela com duas chaves estrangeiras em mais outros campos. Esta mesma tabela não tem chave primária. Preciso dar uma solução para que possa, ao mesmo tempo, inserir valores "1,1 - 1,2 - 2,1 - 2,2" e que tenha um controle para naum deixar inserir novamente "1,1", por exemplo. É possivel? Esqueci... Trabalho com MySQL.

Obrigado pela sua atenção e tempo.

Fernando
31/07/2003 8:06am (~13 anos atrás)

Amigo,.... vc deve baixar o phptriad ou o easyphp.... que jah vem com php e mysql eh soh instalar e fazer as configurações que jah vem descritas nos readmes e boa... faz esta primeira parte.... e depois me manda um mail q lhe ajudo.... na configuração... ou te mando uma apostila.
FALOW
12/09/2002 1:02pm (~14 anos atrás)

Alex Douglas disse:
Já comesei a fazer minhas tabelas, valeu mesmo galera......



26/07/2002 5:37pm (~14 anos atrás)

Alex..... qual plataforma vc pretende trabalhar??? linux ou windows.

No windows, eh bem simples.... vc usa os programinhas do proprio mysql.. tipo mysql manager, admin..... e ai vai....jah no linux vc tem q criar a base......

passa pra mim sua plataforma q eu mando um passo a passo desde a criacao da base de dados ate a exibicao e tratamentos das tabelas.

Abraços
25/07/2002 8:14am (~14 anos atrás)

Alex Douglas disse:
Olá estou com um baita problenão, eu tento fazer um banco de dados em mysql, mas não sei como devo iniciar ele.

devo escrevé-lo no bloco de notas, devo salvar com que extensão .php .sql? bem já notaram que não sei nada de mysql...

Valeu.
25/07/2002 7:47am (~14 anos atrás)

Novo Comentário:

(Você pode usar tags como <b>, <i> ou <code>. URLs serão convertidas para links automaticamente.)