+4

Eclipse + PDT + Subversion + Aptana = Meu ambiente Perfeito para Desenvolver em PHP

criado por Marcos Regis em 20/08/2009 11:46pm
Antes de você leitor torcer o nariz para o que este artigo irá mostrar nas próximas linhas já vou adiantar o porque de eu escolher esse pacote como meu Ambiente Ideal para desenvolvimento com PHP.

Uma plataforma de desenvolvimento precisa atender aos seguintes critérios para que eu a considerade uma opção viável.

  • Que seja gratuita ou pelo menos de custo acessível

  • Que seja de mercado ou que tenha aceitação para tal

  • Que dê suporte a linguagem em sua plenitude com autocompletar de métodos nativos informando os tipos de entrada e saída, colorização eficiente, informação imediata de erros de sintaxe, etc.

  • Que facilite o desenvolvimento Orientado a Objetos permitindo acessar de forma simples classes, superclasses, interfaces e métodos dos mesmos com suporte a exibição de documentação desses.

  • Que dê suporte a todos os elementos envolvidos no desenvolvimento completo da aplicação como HTML, XML e Javascript.

  • Que permita versionamento compatível com o que o mercado usa.


Com esses conceitos em mente procure por softwares que atendam a tudo isso de forma plena. Zend Studio? Se você pensou nisso saiba que eu também, porém, duas coisas me levaram a não o qualificá-lo melhor do que o Eclipse: Preço e aceitação. Trabalho há mais de 5 anos com PHP e só uma empresa em que trabalhei usava Zend Studio e não era de forma lícita enquanto que o restante usavam notepad++, Quanta Plus, NVU entre outros, mas a maioria esmagadora usa Eclipse e mesmo quem usava esses que mencionei tinham também o Eclipse instalado.

NetBeans? Confesso que gostei dele mas o achei mais pesado e também entra no que mencionei sobre ser de mercado.

Caso queira você pode ver uma tabela de comparação de IDEs no endereço http://en.wikipedia.org/wiki/Comparison_of_integrated_development_environments#PHP

Deixando o gosto e as vaidades de lado e aceitando o proposto vamos ao que interessa.

Montar o Ambiente Ideal.

Instalando o Eclipse
Primeiro passo. Fazer o download da versão do Eclipse PHP Galileo em http://www.eclipse.org/downloads/download.php?file=/technology/epp/downloads/release/galileo/R/eclipse-php-galileo-win32.zip. Esta é versão mais recente no momento em que escrevo (Adoro esses nomes de satélites naturais) e embora sempre haja problemas com softwares mais recentes (principalmente quanto aos plugins), é a que irei utilizar neste artigo. O Arquivo tem 139 MB.

Instalando o plugin SVN
O Eclipse facilita muito a adição de plugins com seu novo modelo de inclusão de recursos.
Vá até o item de Menu Help e clique em Install New Software:
Na janela exibida clique em ADD e digite Subversive SVN Connectors e na url coloque
http://community.polarion.com/projects/subversive/download/eclipse/2.0/galileo-site/
.
Na janela que aparecerá marque as opções JavaHL 1.6.0 Win32 Binaries, Native JavaHL 1.6 implementation e Subversive SVN Connectors.

Clique em NEXT e em seguinda FINISH e aguarde o término. Quando perguntado se deseja reiniciar clique em Apply Changes.

Na janela exibida marque a opção All Available Sites e digite svn na caixa de pesquisa. Marque a opção Subversive SVN Team Provider que está em Collaboration.

Clique em NEXT e depois em FINISH e aguarde o término da instalação. Clique em YES ao ser perguntado sobre reiniciar o programa. Quando o programa reiniciar clique em Workbench (marcado na imagem).

Agora haverá mais uma perspectiva no seu eclipse referente ao SVN. Para chegar até ela vá até o item de Menu Window/Open Perspective/Other

Lá também estará a do PHP (que estará marcada como default).

Instalando o plugin Aptana
O Plugin Aptana (http://update15.aptana.org/studio/25914/index.html) adiciona suporte a editores Javascript, HTML, XHTML, XML, DOM, CSS que na minha opinião são melhores do que os existentes por padrão no PDTEclipse. Ele ainda adiciona suporte a inclusão fácil de Scripts Javascript através das bibliotecas jQuery, Prototype, Script.aculo.us, Dojo, Yui, Mochikit, Dojo, Mootools entre outras possuindo diversos snippets com exemplos visuais muito interessantes e com a possibilidade de debugs. O Aptana possui sua própria IDE que também suporta PHP, Rails e até iPhone e tudo está disponível também no plugin.

NOTA: Para suporte a debug em Javascript o Aptana utiliza o Engine Javascript do Firefox. Se você pretende usar este recurso aconselho a ter o Firefox instalado.

Bom, já fomos devidamente apresentados agora vamos a instalação.

Acesse novamente o Plugin Manager através do Menu Help/Install New Software. Clique no botão Add e digite Aptana no campo name e o endereço http://update15.aptana.org/studio/25914/ na url.

Marque a opção Aptana Studio e clique em Next e novamente em Next até chegar a janela de aceitar os termos de uso.

Marque a opção I accept the terms of license agreement indicando que você concorda com os termos expostos e em seguida clique em Finish.

Aguarde a instalação que dependendo da velocidade de seu link pode demorar alguns minutos. Clique em YES quando perguntado sobre reiniciar a aplicação.

Quando ele reiniciar ele irá procurar pelo Firefox instalado em seu sistema - como havia mencionado - para dar suporte ao debug Javascript. Caso não encontre indique o caminho clicando em Browse e navegue até o diretório onde ele está instalado e ponte para o arquivo executável do mesmo.

O próximo passo é personalizar a instalação do Aptana. Marque as opções o que deseja que ele tenha suporte e caso não queira que esta janela seja exibida novamente marque a opção Do not show again. Clique em Install.

Uma nova janela do Plugin Manager será exibida e você deverá marcar os itens necessários. Dependendo da quantidade de itens que marcar a instalação pode demorar alguns instantes, pois ele fará o downlod dos itens escolhidos. Clique em Next, em Next novamente e aceite os termos de uso. Finalize clicando em Finish. Clique em YES para reiniciar a aplicação quando perguntado.

Ao reiniciar, o Aptana perguntará sobre configurar o Firewall para que não sejam mostradas mensagens de alerta do sistema quando for usar alguns dos debuggers server side. Apenas deixe marcado a opção e clique no Botão indicado e depois em Next e Close.

Finalizando a instalação
Eu gosto de indicar algumas configurações para serem utilizadas no Eclipse que eu considero importantes. Aqui vão algumas delas

Após iniciar o Eclipse vá no Menu Window/Preferences.

  • General/Startup and Shutdown - Desmarque os itens que Não deseja que sejam iniciados. Eu desmarco Automatic Update Scheduler, Aptana Studio Installer, Aptana Intro, Aptana Message Center.

  • General/Workspace - Em Text File Encoder escolha o encode padrão para os seus projetos. Geralmente a opção cp1252 não gera problemas mas eu gosto de usar o mesmo que uso como padrão no Webserver que no caso é o ISO-8859-1 (latin).

  • PHP/Appearance - marque a opção Show method Return Type

  • PHP/Editor/Code Assist - marque a opção Case Sensitive for Constants se desejar manter um padrão de nomes de Constantes.

  • PHP/Interpreter - escolha a versão de PHP que irá utilizar.

  • PHP/Manual - dê o nome Manual PHP Português e insira o valor http://www.php.net/manual/pt_BR/ em URL.



Se quiser adicionar comportamentos use o item de templates de qualquer elemento. Eles são muito úteis para inserir código automaticamente.

No próximo artigo mostrarei como criar um projeto e incluir nele o controle de versão.

Comentários:

Mostrando 1 - 10 de 13 comentários
Sergio disse:
Parabens pelo post, muito explicativo.

Nos dias atuais voces ainda recomendam esse mesmo ambiente ?
05/06/2014 10:23am (~2 anos atrás)

Diego disse:
Olá Marcos, estou abrindo um projeto através do FTP, para mim o autocomplete só está funcionando para métodos/atributos definidos no arquivo que estou trabalhando, até dei uma olhada no forum dos caras, tinha algumas pessoas com a mesma dúvida, mais não havia solução para o caso.
25/11/2009 12:36am (~7 anos atrás)

Marcos Regis disse:
Olá Diego. Se vc criar um projeto PHP dentro do Aptana e esse include estiver dentro do projeto o Build fará com que os métodos e variáveis estejam disponíveis.
Eu tive alguns probemas com o autocomplete quando instalava o plugin SVN da tigris mas em outras versões do eclipse. Nessa versão isso já foi solucionado.
24/11/2009 5:24pm (~7 anos atrás)

Diego disse:
Opa, muito bom o artigo. Saberia dizer se tem como configurar o autocomplete do aptana para libs,vars dos arquivos contidos nos includes?
24/11/2009 12:53pm (~7 anos atrás)

André Taiar disse:
A única diferença é que eu uso Git ao invés de SVN. O resto, concordo com tudo!

Parabéns!
21/09/2009 10:58am (~7 anos atrás)

André Taiar disse:
A única diferença é que eu uso Git ao invés de SVN. O resto, concordo com tudo!

Parabéns!
21/09/2009 10:58am (~7 anos atrás)

Marcos Regis disse:
Olá Maurício Cunha.
Se você baixou o pacote que indiquei e aconteceu isso que mencionou algo deve ter saido errado pois o estou usando normalmente e a colorização continua no mesmo padrão anterior (Ganymede e Europa) e o suporte a PHP está muito melhor.
Uma coisa que pode estar acontecendo é o arquivo estar abrindo com algum outro editor interno do eclipse que não tem nenhum suporte a PHP.
Quanto a usar o eclipse 3.4 (Ganymede) também há o pacote junto com o PDT. Ao tentar instalar o plugin PDT separadamente eu não tive sucesso. O pacote resultante não fazia as atualizações das dependências e ocorriam muitos erros.
Prefira usar os pacotes all-in-one que já vêm com tudo o que é necessário.
29/08/2009 11:10pm (~7 anos atrás)

Uma observação muito importante, eu uso o php no eclipse desde a versao Europe (3.4) e nele o plugin funciona muito bem.

Quando baixei o Galileo, que ja traz nativamente o suporte a PHP, o codigo nao eh colorido, a intelisense nao funciona e ele nao funciona como deveria (nao se torna um editor de codigo php, mas sim bloco de notas simples).

Os passos acima sao valiosos, mas sera que podem funcionar no eclipse 3.4 ?
28/08/2009 9:54am (~7 anos atrás)

Parabens! Muito bom, funcionou legal
Valeu.
22/08/2009 4:48pm (~7 anos atrás)

Marcos Regis disse:
Bom Renato. Sinto muito mas não tenho como lhe ajudar pois nunca vi esse erro antes. Tente ver no log do eclipse alguma informação mais útil e faça uma busca na internet.
21/08/2009 5:33pm (~7 anos atrás)

Novo Comentário:

(Você pode usar tags como <b>, <i> ou <code>. URLs serão convertidas para links automaticamente.)