+5

Desenvolvendo com o uso da inteligência

criado por André Sam! em 03/12/2004 7:22pm
Antes de inciar este artigo, afirmo aqui que todas as colocações abaixo são explanações pessoais de meu ponto de vista, estando, pois, sujeitas a erro. Façam cada um seu juizo pessoal e opinem no final do artigo. Obrigado :)



A inteligência é nosso maior atributo.
Segundo o uso que se faça dela, teremos sucesso ou não em nossa vida, seja em qualquer setor em que estivermos.
Em relação à área de desenvolvimento web, não somente em aplicações dinâmicas mas em estáticas também, ou seja, simples sites institucionais ou pessoais, sem o uso de programação, o projeto poderá ser ou não bem-sucedido, segundo o método utilizado em seu planejamento. Tal planejamento inicia-se desde o momento em que mantemos o primeiro contato com nosso cliente.
Vamos selecionar abaixo alguns passos importantes para que tenhamos mais chances de fechar um bom negócio e principalmente de apresentar um bom resultado.

1.) O OBJETIVO DE NOSSO TRABALHO DEVE SER SEMPRE O DE GERAR RESULTADOS E SOLUÇÕES

Tais resultados e tais soluções, não tem em primeira vista a nossa pessoa e, sim, nosso cliente. Como cliente, devemos entender que ele possui sobre nós, direitos, e nós, em relação à eles, temos deveres.
Como o que todos buscamos é melhores condições de vida, devemos aplicar esta regra em nosso trabalho, oferecendo à ele ferramentas que realmente lhe dêem retorno. Se o site gerar resultados "reais", você estará qualificado na mentalidade deste cliente e será indicado, recebendo novos contatos. Pense nisso; mas pense agora.
Outra coisa: se o cliente te pede, por ex., "x", dê à ele um pouco mais além daquilo que ele te pediu. Trabalhe cada site de modo exclusivamente individual, personalizando-o o máximo possível, sem preguiça. Faça isso também com clientes "chatos".
Se você trabalhar em função de tais resultados, terá também os seus.

2.) MODOS DE ESTIPULAR PREÇOS

Tendo em vista os dias atuais, em que nem todos possuem as mesmas oportunidades e facilidades, devemos ser muito cautelosos em relação aos nossos valores e o modo de recebimento dos mesmos. Óbviamente que não vou ditar aqui valores a serem cobrados, pois cada um deve ter seus próprios métodos, mas o modo de estipular os mesmos, segundo meu ponto de vista.

- não crie uma tabela de preços, no que se refere ao desenvolvimento estrutural do site.
Cada cliente é diferente, ocupando posições diferentes. Por ex.: o mesmo site que você cobra 'x' de um cliente de menor porte, você poderá cobrar 'y' de outro cliente com condições melhores, mesmo que seja o mesmo tipo de aplicação ( estática ou dinâmica ). Você pode acreditar que perde com isso, mas muito pelo contrário, só ganha, obtendo um portfólio em expansão, agradando sua clientela, sendo indicado, tornando-se conhecido e procurado, o que ocasionará em serviços constantes e renda certa no fim do mês.
As tabelas de preço são importantes para outros setores, como planos de hospedagem e mesmo de manutenção, por exemplo. Mesmo assim, devemos sempre ter por ponto de partida o perfil de nosso cliente.

- Procure estipular seus valores sobre o projeto em geral.
Não cobre por número de páginas. Cobrar por número de páginas espanta e intimida seu cliente, gerando sempre sites muito limitados e sem efeito ( é o medo de gastar ). Além disso, dificultas teu próprio trabalho. Antes de formar um valor, analize cuidadosamente o porte do futuro site, as condições de seu cliente, o prazo de entrega desejado e firme um valor total.

- Não queira receber tudo de uma vez.
Procure dividir o recebimento em parcelas, pois além de facilitar o pagamento ao seu cliente, você estará formando uma carteira mensal que poderá chamar de salário. Se possível, abra uma conta corrente e solicite de sua agência a possibilidade de recebimento via bloquetos bancários, o que irá te assegurar ainda mais o recebimento.

- Estipule opções no modo de pagamento.
Se um site custa por exemplo R$1000,00 divida-o em alguns modos de pagamento, dando ao cliente opção de escolha. Exemplo:

à vista com 10% de desconto = R$900,00 ou,
em 2x s/ juros de R$500,00 ou,
em 4x s/ juros de R$250,00 ou,
em 6x de R$ 180,00 = R$1080,00 ( ganhamos um jurinho aki )
em 10x de R$ 120,00 = R$1200,00 ( aqui mais 200,00 )

Isso gera um estímulo maior de o cliente fechar contigo, em um plano que se adapte à sua necessidade. Tudo isso deverá constar em uma proposta escrita, como abordaremos adiante.




Comentários:

Mostrando 1 - 10 de 24 comentários
ótimo artigo. Mais um meio de cálculo o valor do site produzido.
30/05/2005 10:20am (~11 anos atrás)

Carlos Souza disse:
Quais os sites que você já desenvolveu? Quais as URLs?
13/02/2005 7:56pm (~11 anos atrás)

Gostei muito de seu artigo, com certeza será de grande importância para a vida de muitos profissionais!!! Por favor, inclua mais artigos sobre este tema!!!

Um Abraço André!!!

Germano Ricardi
06/02/2005 9:46pm (~12 anos atrás)

Isso foi demais! Me ajudou muito! Parabéns pelo artigo. Creio que isso também ajudará muitos outros profissionais a se situarem melhor nos negócios...

Deus te abençoe!

Adriano
02/02/2005 12:17am (~12 anos atrás)

Robson Mello disse:
Realmente muito bom seu artigo, é uma pena que muitos dos projetos não são valorizados pelas empresas e existe programadores se protituindo na área de desenvolvimento vendedo sistema a preço de banana, mas se os programadores forem determinados e oferecerem qualide com certeza isso não será problema.
26/01/2005 1:16pm (~12 anos atrás)

Parabéns pelo artigo, caro zunz, gostei muito dele. É de grande importância a satisfação do cliente para que fiquemos no mercado de produção páginas web.

E, creio eu que, temos de ter uma boa experiência com um cliente para sermos ainda mais felizes no que fazemos, e temos de ter um jogo de cintura extremo para podermos atender o cliente bem.

Enfim, gostei muito de seu artigo. Muito Obrigado.
06/01/2005 12:58pm (~12 anos atrás)

Bozo disse:
Parabens quanto ao artigo.

Creioq ue para todos aqui o mais importante é os resultados do cliente, pensando no principio, se o cliente nos escolhe, dentre varios concorrentes ou não, é por que ele acredita em nosso trabalho, tanto em termos de qualidade quanto atendimento e os resultados que vamos gerar para ele.

Erramos muito com nossos clientes, achamos eles chatos muitas vezes, mas na realidade, ele nos ensina, ele nos torna mais exigentes com o nosso trabalho.

Tenho varios clientes, dentre eles, um que eu não tenho o que reclamar, pelo contrário, muitas vezes piso na bola com ele, cliente mente aberta, totalmente empreendedor.

Bom parabens pelo artigo, espero ler mais coisas deste tipo.

Valeu.
02/01/2005 8:52am (~12 anos atrás)

Estas divergências na maneira de cobrar não é impasse só nesse setor, mas vocês esqueceram o principal, o FINADO custo, é verdade, o CUSTO de um produto ou de um Serviço acabou, os empresários querem cobrar o máximo que o MERCADO possa pagar, para isso são feitos cálculos bastantes complexos, levando em consideração, principalmente a renda-percápta de uma região, até de um bairro só pode ser pesquisado. Antes o CUSTO ditava um lucro, sem valores-agregados, como é, e sempre foi, nos Estados-Unidos. Esse novo sistema pode ser resumido simplesmente como GANÂNCIA, é o capitalismo-selvagem comum em países de terceiro-mundo, resumindo, o difícil é ser JUSTO, o que faço é um análise de vários fatores: REPERCURSÃO X RESPONSABILIDADE X GANHO X CUSTO X OBJETIVO. Assim, REPERCUSÃO é o que o site vai pesar em meu portifólio; RESPONSABILIDADE, o risco de perda material do Cliente(que eu pagaria); GANHO , o que o Cliente vai LUCRAR com o site; CUSTO, o valor TOTAL em horas e todos os custos; OBJETIVO, que é a função, a área do site. Analise item por item e lembre-se, um dia o Cliente saberá que você exagerou, e que o prejuízo de algo CARO é bem maior.
31/12/2004 4:56pm (~12 anos atrás)

Muito bom!
Podemos ser excelentes em implementações, a junção ideal entre homem e máquina, mas um fracasso em relações comerciais. Para mim foi muito importante este artigo, devido estar iniciando minhas experiencias de relação com clientes.
Valeu Zunz
31/12/2004 2:45pm (~12 anos atrás)

Gostei quando o vc falou sobre os "bloquetes bancários". Isso é muito interessante.
28/12/2004 7:59am (~12 anos atrás)

Novo Comentário:

(Você pode usar tags como <b>, <i> ou <code>. URLs serão convertidas para links automaticamente.)