+5

Introdução ao PHP

criado por João Prado Maia em 25/01/2001 6:32pm
<p class=\"negrito\">15. Acessando o PostgreSQL via PHP</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Estabelecendo conex&otilde;es</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Para acessar bases de dados num servidor Postgres,
&eacute; necess&aacute;rio antes estabelecer uma conex&atilde;o.
Para isso, deve ser utilizado o comando <span class=\"mysql\">pg_connect</span>,
ou o <span class=\"mysql\">pg_pconnect</span>. A diferen&ccedil;a
entre os dois comandos &eacute; que o pg_pconnect estabelece uma
conex&atilde;o permanente, ou seja, que n&atilde;o &eacute; encerrada
ao final da execu&ccedil;&atilde;o do script. As assinaturas dos
dois comandos s&atilde;o semelhantes, como pode ser verificado a
seguir:</p>
<p align=\"JUSTIFY\"><span class=\"mysql\">int pg_connect(string host,
string porta, string opcoes, string tty, string db);<br>
</span><span class=\"mysql\">int pg_pconnect(string host, string porta,
string opcoes, string tty, string db);</span></p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">O valor de retorno &eacute; um inteiro que identifica
a conex&atilde;o, ou falso se a conex&atilde;o falhar. Uma conex&atilde;o
estabelecida com o comando <span class=\"mysql\">pg_connect</span>
&eacute; encerrada ao final da execu&ccedil;&atilde;o do script.
Para encerr&aacute;-la antes disso deve ser utilizado o comando
<span class=\"mysql\">pg_close</span>, que tem a seguinte assinatura:</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">int pg_close(int identificador da
conex&atilde;o );</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">IMPORTANTE: o comando <span class=\"mysql\">pg_close</span>
n&atilde;o encerra conex&otilde;es estabelecidas com o comando <span class=\"mysql\">pg_pconnect</span>.</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Os comandos pg_connect e pg_pconnect tamb&eacute;m
podem ser utilizados da seguinte forma:</p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">pg_connect(\"dbname=db port=n host=&quot;localhost&quot;
tty=&quot;tty&quot; options=opcoes user=usuario password=senha\");</p>
<p align=\"JUSTIFY\">&nbsp;</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Realizando consultas</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Para executar consultas SQL no Postgres, utiliza-se
o comando <span class=\"mysql\">pg_exec</span>, que tem a seguinte
assinatura:</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">int pg_exec(int conexao, string query
);</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">Onde query &eacute; a express&atilde;o SQL a ser
executada, sem o ponto-e-v&iacute;rgula no final, e conexao &eacute;
o identificador da conex&atilde;o a ser utilizada. A consulta ser&aacute;
executada na base de dados selecionada quando for efetuada a conex&atilde;o
com o banco. Para saber qual a base de dados selecionada, basta
utilizar a fun&ccedil;&atilde;o string pg_dbname, que tem a seguinte
assinatura:</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">string pg_dbname(int conex&atilde;o);</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">&Eacute; bom lembrar que uma consulta n&atilde;o
significa apenas um comando SELECT. A consulta pode conter qualquer
comando SQL aceito pelo banco.</p>
<p align=\"JUSTIFY\">O valor de retorno &eacute; falso se a express&atilde;o
SQL for incorreta, e diferente de zero se for correta. No caso de
uma express&atilde;o SELECT, as linhas retornadas s&atilde;o armazenadas
numa mem&oacute;ria de resultados, e o valor de retorno &eacute;
o identificador do resultado. Alguns comandos podem ser realizados
com esse resultado:</p>
<p align=\"JUSTIFY\">&nbsp;</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Verificando o erro na execu&ccedil;&atilde;o
de uma query
</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Para ter acesso &agrave; mensagem de erro no caso
de falha na execu&ccedil;&atilde;o de uma query SQl, basta utilizar
o comando pg_errormessage():</p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">string pg_errormessage(int connection);</p>
<p align=\"JUSTIFY\"><br>
Apagando o resultado</p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">int pg_freeresult(int result);</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">O comando pg_freeresult deve ser utilizado para
apagar da mem&oacute;ria o resultado indicado. No PHP 4, este comando
tornou-se obsoleto, j&aacute; que o interpretador trata de apagar
o resultado automaticamente em caso de n&atilde;o ser mais utilizado.</p>
<p align=\"JUSTIFY\"><br>
N&uacute;mero de linhas
</p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">int pg_numrows(int result);</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">O comando pg_numrows retorna o n&uacute;mero de
linhas contidas num resultado.</p>
<p align=\"JUSTIFY\">&nbsp;</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Utilizando os resultados</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Existem diversas maneiras de ler os resultados
de uma query SELECT. As mais comuns ser&atilde;o vistas a seguir:</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">int pg_result(int result, int linha,
mixed [campo] );</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">Retorna o conte&uacute;do de uma c&eacute;lula
da tabela de resultados. </p>
<p align=\"JUSTIFY\"><span class=\"mysql\">result</span> &eacute; o identificador
do resultado;</p>
<p align=\"JUSTIFY\"><span class=\"mysql\">linha</span> &eacute; o n&uacute;mero
da linha, iniciado por 0;</p>
<p align=\"JUSTIFY\"><span class=\"mysql\">campo</span> &eacute; uma string
com o nome do campo, ou um n&uacute;mero correspondente ao n&uacute;mero
da coluna. Se foi utilizado um alias na consulta, este deve ser
utilizado no comando pg_result.</p>
<p align=\"JUSTIFY\">Este comando deve ser utilizado apenas para resultados
pequenos. Quando o volume de dados for maior, &eacute; recomendado
utilizar um dos m&eacute;todos a seguir:</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">array pg_fetch_array(int result,
int linha);</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">L&ecirc; uma linha do resultado e devolve um array,
cujos &iacute;ndices s&atilde;o os nomes dos campos. O &iacute;ndice
das linhas &eacute; iniciado por zero.</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\" class=\"mysql\">array pg_fetch_row(int result, int
linha);</p>
<p align=\"JUSTIFY\"></p>
<p align=\"JUSTIFY\">Semelhante ao comando anterior, com a diferen&ccedil;a
que os &iacute;ndices do array s&atilde;o num&eacute;ricos, iniciando
pelo 0 (zero).</p>

Comentários:

Mostrando 1 - 10 de 19 comentários
Alguem descobriu onde baixar esse tutorial???
02/09/2008 8:57am (~12 anos atrás)

Como baixar o tutorial ?
24/05/2008 2:56pm (~12 anos atrás)

João Santos disse:
como baixo o tutorial?

obrigado
30/03/2008 8:16am (~12 anos atrás)

Estou procurando a dias esse arquivos PDF com as imagens, pois não estou encontrando o arquivo completo, quero imprimir isso.

Obriado.
28/06/2007 5:30am (~13 anos atrás)

Cyrus disse:
01/06/2006 5:22am (~14 anos atrás)


tentei no passado aprender por apostila,
mais livros ajudar muito ,em especial aquele que envolver o leitor num projeto.
esse tipo de trabalho ou livro são excelente ajuda : mais legal pela iniciativa
25/11/2005 10:32am (~15 anos atrás)

Legal colega - me ajudou muito !
28/09/2005 6:29pm (~15 anos atrás)

As imagens não estão aparecendo e tentei acessar o site do autor, mas também não funciona.
Alguém tem disponível para download?
24/06/2005 7:06pm (~15 anos atrás)

dizem q a primeira impreção é a q fica,
axei bastante intuitivo.
:)
24/04/2005 11:56pm (~15 anos atrás)

Galera, quem estiver afim de baixar o tutorial é só acessar o seguinte link
http://www.helo.tato.nom.br/arquivos/apostilaphp_mv.pdf

Té +
11/03/2005 7:31pm (~15 anos atrás)

Novo Comentário:

(Você pode usar tags como <b>, <i> ou <code>. URLs serão convertidas para links automaticamente.)